quinta-feira, 5 de março de 2009

O Leitor


"O que você seria capaz de fazer para esconder um segredo?". Esta frase estampa o cartaz de O Leitor, de Stephen Daldry, conhecido por filmes como Billy Elliott e As Horas. Uma frase como esta pode dizer tudo sobre a premissa de um filme ou atrair um público maior aos cinemas. Além de ser uma história com bastantes reviravoltas, O Leitor não é só um filme sobre o Holocausto.

O roteiro, baseado no livro de Bernhard Schlink narra a história de Michael Berg (um deslocado Ralph Fiennes) quando lembra de quando tinha 15 anos (nesta época vivido pelo promissor David Kross), quando conheceu a solitária Hanna Schmitz (Kate Winslet, no papel que lhe rendeu o Oscar de melhor atriz) e começa com esta uma forte relação. Depois de algum tempo, Michael, que cursava a faculdade de direito, descobre que sua ex-amante estava em julgamento por ter trabalhado na SS nazista. È ai que a frase do começo deste texto começa a fazer sentido.

Um dos destaques de O Leitor, além das atuações de Kate Winslet e David Kross é o modo como o diretor conduz a história no ato em que descobrimos o motivo que a personagem Hanna está naquele tribunal, que realmente tem as cenas mais impactantes do filme. Quem pretende cursar direito vai se identificar muito com as cenas, além da ótima trilha sonora, que consegue deixar a história mais misteriosa e sua fotografia melancólica.

O Leitor é uma história intrigante, com uma história que nos levará a questionar todas as nossas mais profundas verdades. E mostra o que uma pessoa seria capaz de fazer para esconder um segredo.

Cotação: 8,0

Título Original: The Reader
País de Origem/Ano de Produção: EUA/ Alemanha, 2008
Direção: Stephen Daldry
Roteiro: David Hare, baseado em livro de Bernhard Schlink
Elenco: Kate Winslet, Ralph Fiennes, David Kross, Bruno Ganz, Alexandra Maria Lara, Lena Olin.

9 comentários:

• Cleber! disse...

Me tornei fã de Stephen após seus excelentes trabalhos - arrisco-me a dizer que o diretor tem em sua carreira três puras obras-primas!
O Leitor - é um excelente filme, que chegou bem perto a ser uma obra-prima!

Weiner disse...

Não acho que "O Leitor" seja uma obra-prima, o que de fato ocorre nos outros dois trabalhos de Daldry, "Billy Elliot" e "As Horas", estes sim masterpieces.
Para mim, "O Leitor" é um filme confuso - com uma introdução fabulosa e uma queda vertiginosa de qualidade a partir do segundo ato. Discordo de você quando fala que as cenas de tribunal são impactantes - a única coisa que me deixou impactado naquilo tudo foi SPOILER a descoberta de que Hannah não sabia escrever FIM DE SPOILER.
Claro que o David Hare fez um roteiro muito feliz ao imunizar a Hannah de julgo - porque eu mesmo não saberia julgar um fantoche do nazismo, seja para bem ou para mal.
Beijos!!!!

Jeniss Walker disse...

bom filme, apesar de ser um tantin lento. mas é fraquissimo comparado a outros trabalhos do diretor (Billy Elliot ainda é meu preferido). abraço, Mayara.
:P

Kau Oliveira disse...

Acho As Horas uma obra-prima e Billy Elliot maravilhoso. Agora, este O Leitor me irritou um pouco. Dei 7,0 com gostinho de 6,5 rsrsrsrsrs. Como eu disse no texto, sinto falta de sensibilidade no filme. E Kate é coadjuvante =)

Beijos!!!

Kamila disse...

"O Leitor" me lembra muito "Desejo e Reparação": é aquele filme que te envolve na sua história, apesar de ser extremamente irregular. :-)

Vinícius P. disse...

Sem dúvida "O Leitor" é outro acerto do Daldry, mas decepciona se comparado aos seus trabalhos anteriores e também não merecia tanto alarde. Abraço!

Mayara Bastos disse...

Cleber, concordo com você. Daldry conseguiu mostrar três vezes seguidos grandes trabalhos. E também acho que comparando a seus filmes anteriores, "O Leitor" é o mais fraco, mas não deixa de ser ótimo. ;)

Weiner, concordo. E adoro os dois filmes do Daldry que você citou. Falei das cenas do tribunal por ter me identificado mais por causa que esta irá entrar em direito! ;). Aém da cena que mencionou, também me impactou a cena. ATENÇÃO, SPOILER: A cena que Hanna se enforca. FINAL DO SPOILER. E entendo sua opinião sobre o roteiro, que terei alguma idéia quando ler a obra literária. Beijos! ;)

Jeniss, "Billy Elliot" também é o meu favorito do diretor, seguido de "As Horas". Abraços. :P

Kau, concordo com você sobre as duas obras. E percebi, no seu texto a sua vontade de dar um 6,5, rsrsrsrs. E Kate pode ser coadjuvante, mas sua personagem sempre está presente na história. Beijos! ;)

Kamila, gostei desta comparação a "Desejo e Reparação", apesar deste ser melhor e me emocionado mais que "O Leitor". ;)

Vinícius, concordo. Daldry não fez feio, mas é fraco ao lado de filmes como "As Horas" e "Billy Elliot", mas não deixa de ser um ótimo filme. Abraços. ;)

Alex Gonçalves disse...

Mayara, não acho que "O Leitor" seja um filme sobre segredos. Eu interpretei o filme de forma diferente, que seria de personagens transtornados com o passado obscuro ou triste. A cena entre Fiennes e Lena Olin, que é a minha predileta em todo o longa, foi o que me fez encarar o filme desta forma.

Beijos!

Mayara Bastos disse...

Alex, entendo. E também gosto da cena que mencionou. E encarei o filme assim, com um longa "secreto", digamos, rsrs. Beijos! ;)