domingo, 29 de novembro de 2009

Star Trek


Em 1966, o roteirista e produtor Gene Roddenberry lançou uma série de televisão que acabou virando um sucesso inesperado. Jornada nas Estrelas acabou ficando quatro anos no ar e virou também livros, desenhos animados e, mais onze filmes para a indústria cinematografica, onde, por incrível que parece sua melhor versão foi lançada em 2009 sob a batuta de J.J. Abrams, criador de séries com Lost.

Esta película foca, principalmente, da origem da história antes da nave U.S.S. Enterprise e sobre a vida de seus dois principais tripulantes: James Tiberius Kirk (Chris Pine) e Spock (papel de Zachary Quinto, conhecido pela série Heroes). Um é um rebelde que não se conforma com a perda do pai e o outro é um vulcano/humano que é o primeiro de sua raça a ser aceito para a Frota Estelar. Mas apesar das diferenças e da rivalidade entre eles, eles terão que se unir, junto com outros integrantes da nave para impedir os planos do vilão General Nero (Eric Bana, irreconhecível).

O que encanta nesta nova versão de Star Trek é como a película consegue funcionar graças ao ótimo trabalho do diretor, que afirma não ser um "conhecedor" da saga. Mas transformar uma franquia, que estava meio desgastada em uma porta de entrada para quem nunca viu um episódio ou filme (tenho-me que colocar nesta lista). Destaque maior fica também por conta dos ótimos efeitos visuais, a bela trilha sonora de Michael Giacchino e o afiadíssimo elenco.

Star Trek é, além de ser um resurgimento de uma franquia, é também um digno e honesto filme, para fã assíduos da série e também, novos admiradores. È ação, aventura e até toques de comédia, em que o espectador pode falar depois da sessão: "Está faltando blockbusters com este em Hollywood".

Cotação: 9,0

Título Original: Star Trek
País de Origem/Ano de Produção: EUA, 2009
Direção: J.J. Abrams
Roteiro: Alex Kurtzman e Roberto Orci, baseado em série de Gene Roddenberry
Elenco: Chris Pine, Zachary Quinto, Leonard Nimoy, Eric Bana, Bruce Greenwood, Karl Urban, Zoe Saldana, Simon Pegg, John Cho, Anton Yelchin, Ben Cross, Winona Ryder.

11 comentários:

Reinaldo Glioche disse...

"Está faltando blockbuster como esse em Hollywood". Apesar de gostar dos blockbusters atuais sinto falta da nostalgia e do clima de matinê que Star Trek traz em seu âmago. Se bem me lembro, o último filme a capturar isso foi Indiana Jones e a última cruzada ( que nem vi no cinema). Ou seja, concordo com vc totalmente.
Bjs

Kamila disse...

A maior prova de que esse é um excelente filme é o fato de que ele consegue agradar a gente como eu, que não é uma trekkie e que não conhecia nada do universo da série! Uma das boas surpresas cinematográficas de 2009!

Weiner disse...

Oi, Mayara!
Adorei quando usou a expressão "digno e honesto filme". Não curto a série, pois já tentei assistir os mais antigos e não terminei a sessão, mas devo admitir que esta versão 2009 tem muita competência quando a intenção é entretenimento.
Beijos!!!!

→ Cleber Eldridge disse...

- o filme me agradou, mas não tanto quanto você, efeitos visuais muitos rapidos e complicados em boa parte, mas muito bom para pessoas como eu que vai começar a acompanhar a saga por agora.

- beijos.

Wally disse...

Realmente, é um maravilhoso blockbuster. "Star Trek" me empolgou de início ao fim. Adorei cada segundo.

Nota 8.5

Jeniss Walker disse...

excelente recomeço da série, Mayara. espero que os próximos possam vir tão bons quanto esse primeiro. bj :)

Mayara Bastos disse...

Reinaldo, muito obrigado. E "Star Trek" teve o que alguns filmes do gênero não: a dignidade. Beijos! ;)

Kamila, concordo plenamente. E também entro na lista de não ser uma trekkie, apesar de já visto alguns filmes da saga. ;)

Weiner, disse tudo. Este acabou sendo bem melhor do que os outros dez filmes na série em questão de qualidade, rsrs. Beijos! ;)

Cleber, entendo. E espero também que venha outros filmes da saga como este. Beijos! ;)

Wally, concordo plenamente. ;)

Jeniss, esperamos por muitos ótimos filmes da série com este. Mas tomara que ainda seja com J.J. Abrams no comando. Beijos! ;)

Vinícius P. disse...

Não há como discordar do que você falou aqui. Realmente "Star Trek" é uma das belas surpresas do ano, um blockbuster com alma - algo que está faltando ultimamente.

Mayara Bastos disse...

Vinícius, muito obrigado. E também esperava um bom filme, mas acabei me surpreendendo muito. Uma bela surpresa mesmo em se tratando de um blockbuster. ;)

Dewonny disse...

Achava q fosse gostar desse, mas infelizmente ñ gostei nenhum pouco, quase dormi no filme..hahah..postei no meu blog uma crítica bem negativa e completamente oposta a sua..rs..
Bjo! Diego!

Mayara Bastos disse...

Diego, nossa! Quase dormiu, rsrsrs. Uma pena que não gostou! Beijos! ;)