sábado, 15 de janeiro de 2011

O Mensageiro


O Mensageiro é de tirar o folego, ao mesmo tempo que é dolorido, por ter um contato maior com o sentimento e as marcas que a guerra deixou não só nos envolvidos, mas principalmente nas pessoas que amam. E o grande acerto do filme é introduzir ao espectador de forma crua uma das tarefas mais difíceis para qualquer ser humano: comunicar uma perda.

Recém-ferido da guerra do Iraque, Will Montgomery (Ben Foster) ainda tem três meses de serviço militar quando é remanejado para a divisão de notificação, sob supervisão do veterano capitão Tony Stone (Woody Harrelson). Essa função é de informar parentes de soldados que faleceram no front, antes mesmo dos noticiários. Isso exige que não exista envolvimento emocional e prezar o respeito, sempre.

A vida dos dois soldados são distintas, enquanto Will enfrenta o isolamento, ao mesmo tempo que problemas na visão, Tony enfrenta o alcoolismo e tem relacionamentos fúteis. Uma amizade entre os dois cresce, ao mesmo tempo que Montgomery estabelece uma relação de afeto com a viúva Olivia (Samantha Morton).

Diferentemente de filmes com temática semelhante, o roteiro de O Mensageiro é bem construído, sensível em lidar com eventos difíceis e respeitar os lados sentimentais dos familiares e dos soldados mensageiros. O realismo da direção e as atuações de Ben Foster, Woody Harrelson e Samantha Morton colaboram pelo contraste e identificação imediata.

O Mensageiro é comovente, tocante. Faz com que sentimos a reação da dolorosa perda de um ente querido e olhar também que para homens acostumados a lidar com a guerra ao terror, isso é mais doloroso ainda.

Cotação: 9,0

O Mensageiro (The Messenger, 2009)
Direção: Oren Moverman
Roteiro: Oren Moverman e Alessandro Camon
Elenco: Ben Foster, Woody Harrelson, Samantha Morton, Jena Malone, Steve Buscemi, Jahmir Duran-Abreau.

4 comentários:

Weiner disse...

Um filme marcante em alguns sentidos, especialmente no que tange as atuações (gostei demais de Foster e Morton, antes os dois que o Woody, bem mais apto à indicação por Zoombieland). Esperava um pouco mais do roteiro, mas sem dúvida O Mensageiro é um filme que indicaria sem pensar duas vezes.
Beijos!

Kamila disse...

Mayara, "O Mensageiro" é um grande filme. O lado mais interessante dele é justamente este que seu texto cita: fazer com que a gente entre em contato com essa sensação de luto, da tarefa horrível que é comunicar uma perda de um ente querido a alguém. Adoro o contraste entre o personagem de Woody Harrelson e o do Ben Foster e acho que a força emocional do filme vem disso.

Elton Telles disse...

Foi uma bela surpresa. Acho "O Mensageiro" um filmaço que merecia mais atenção da Academia no ano que foi indicado. Ben Foster e Woody Harrelson protagonizam essa triste história com muito talento, e Oren Moverman é extramente hábil em não deixar todo o enredo descambar para um melodrama meloso. O filme é forte e comovente, um dos melhores que tivemos em 2010!


bjs!

Mayara Bastos disse...

Weiner, marcante mesmo. Achei que além das atuações, o grande triúnfo dele é o roteiro, em retratar a situação sentimental. Beijos! ;)

Kamila, disse tudo. È um filme bonito, mas sufocante de ver, ainda mais em pessoas sensíveis. rsrs.

Elton, com certeza. Merecia mais reconhecimento que "Guerra ao Terror" na época. rsrs. Beijos! ;)