sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Melhores de 2008 - Atriz Coadjuvante

Muitas vezes uma atriz coadjuvante é uma "escada" para que o protagonista desenvolva um diálogo ou uma situação, provendo os recursos dramáticos necessários à transmissão de uma mensagem através de dois ou mais personagens, na qual somente um deles dará ao público a visão do autor; nesse caso, a coadjuvante apresenta uma visão contrária ou no máximo ajuda o protagonista a passar a sua visão.


Cate Blanchett, como Jude/Bob Dylan, Não Estou Lá

Realmente, Cate Blanchett é uma das atrizes mais versáteis do cinema atual. Participa de variados projetos e conseguiu chegar a um patamar que as vezes é dificil de explicar. È o caso de Não Estou Lá, filme biográfico que conta várias facetas de Bob Dylan. E consegue dar um show quando aparece na película. Uma surpresa, por que não é toda atriz que consegue aceitar um desfio e conseguir se dar tão bem.


Marcia Gay Harden, como Mrs. Carmody, O Nevoeiro

No filme O Nevoeiro, baseado num conto do autor Stephen King, que é realmente, um conto assustador, apareceu um personagem mais assustador que esperava. E, tenho que adimitir que não tinha outra pessoa melhor do que Marcia Gay Harden para representar esta fanática religiosa, que acaba colocando os expectadores com mais medo dela do que do nevoeiro do título. Por opinião pessoal, dava vontade de dar uns tapas em Mrs. Carmody, e isso é um ponto positívo do ótimo trabalho que Marcia fez no filme.


Saoirse Ronan, como Briony Tallis, Desejo e Reparação

E aqui temos de novo a jovem Saoirse aparecendo outra vez por aqui. Além de ser lembrada como melhor revelação, não podemos esquecê-la nesta categoria. Ela constroe em sua Briony uma expressividade incrível, sem deixar a inocência de lado. Mesmo assim ela adere uma crueldade em potencial, dividida entre a imaginação e a inocência.


Romola Garai, como Briony Tallis, Desejo e Reparação

Fiquei muito sentida por não terem lembrado da atuação de Romola Garai nas premiações. Realmente, ela conseguiu representar Briony muito bem, na segunda fase desta na película. Suas expressões junto a tristeza de sua personagem, que nesta fase já percebeu sobre o que fez e que reparar o erro. E Romola conseguiu muito bem este feito.


Penélope Cruz, como Maria Elena, Vicky Cristina Barcelona

Tenho que confessar que ficava com cara fechada com os projetos que Penélope Cruz escolhia em Hollywood, por preferir o talento dela em filmes que fazia em seu país natal, Espanha, por ser bem aproveitada. Mas, agora, neste filme conduzido por Woody Allen é que Penélope teve seu talento reconhecido em um filme hollywoodiano. Acabou surpreendendo com o papel da amalucada e engraçadissima Maria Elena. Ficaremos de olho nos próximos projetos da espanhola.

11 comentários:

Kamila disse...

Só de ter Romola Garai na sua lista, fico extremamente satisfeita. Para mim, ela é a melhor atriz coadjuvante do ano passado!

Bom final de semana!

Vinícius P. disse...

Adorei ver a Romola Garai aqui, pena que ela foi esquecida pelas premiações. E a Cate Blanchett está fantástica mesmo, apesar de preferir a Gay Harden aqui.

PEDRO TAVARES disse...

A Cate está sensacional no filme do Dylan, realmente. Isto também cabe a Penélope e principalmente a Marcia Harden!

Parabéns pelo seu blog.

http://cinema-o-rama.blogspot.com

- cleber ! disse...

Confesso que não vi absolutamente nada em Ramaola Garai, está simples e singela sem mostrar muito trabalho, ao contrario dá espetacular Marcia Gay - excelente .
Mesmo assim, voc^esqueceu da maravilhosa Amy Ryan por Medo da Verdade!

Mayara Bastos disse...

Kamila, adorei a Romola em "Desejo e Reparação", com certeza não poderia faltá-la na minha seleção. E um bom fim de semada para você também!

Vinícius, concordo com você.

Pedro, concordo. A Cate foi a minha favorita por ter um papel difícil. E obrigado pela visita! :)

Cleber, entendo. Aliás, a Amy estava entre minhas finalistas, mas infelizmente ela não entrou na lista final! ;)

Leonardo Ribeiro disse...

Com certeza Marcia Gay Harden! O filme é demais e, parcialmente, o mérito disto é pra ela.

Kau Oliveira disse...

Mayara, IRRETOCÁVEL sua lista!!!!!!!!!!!!!!

Beijos!!!

Alex Gonçalves disse...

Mayara, adorei a sua seleção de atrizes coadjuvantes. Esta foi de longe a categoria mais complicada para eu definir quais seriam as cinco finalistas. Entre elas, infelizmente tive que deixar a Penélope Cruz. Eu gosto muito da Cate em "Não Estou Lá", mas da sua lista eu prefiro muito mais as quatro outras indicadas.

Lembrando que, seguindo uma das regras do "Olha que Blog Maneiro", tenho que avisar sobre o selo que coloquei no blog para você repassar.

Beijos, excelente semana!

Mayara Bastos disse...

Leonardo, concordo com o que disse sobre a Marcia, que para mim conseguiu roubar a cena.

Kau, Muito Obrigado! ;) Beijos!

Alex, realmente foi difícil, assim como estou em ator coadjuvante, que irei publicar o mais rápido possível. E gostei do selo e irei respondê-lo o mais breve possível. Beijos e tenha também uma excelente semana! ;)

Weiner disse...

Rá! Seleção idêntica! Mas não acho a Blanchett a melhor aqui, prefiro todas as outras a ela.

Mayara Bastos disse...

Weiner, pois é! rsrs. E entendo sobre a Blanchett.