quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Melhores de 2008 - Ator

Um ator tem um papel bem fundamental numa produção. Consegue representar muito bem uma história, mesmo sendo cômica ou dramática.


Daniel Day-Lewis, como Daniel Plainview, Sangue Negro

O que seria de Sangue Negro sem a brilhante interpretação de Daniel Day-Lewis? O ator conseguiu dar intensidade a um homem cínico e ambicioso que se transforma de um mineiro de minas de prata derrotado e pai solteiro em um magnata do petróleo que venceu pelo próprio esforço. Uma atuação marcante de um dos atores mais competentes atualmente.


Steve Carell, como Dan Burns, Eu, Meu Irmão e Nossa Namorada

Gosto bastante do trabalho de Steve Carell, que já mostrou ser um ótimo comediante. Já mostros a sua carga dramática em Pequena Miss Sunshine e agora superou-se neste filme, agora com bem mais espaço que em seu filme anterior, mostrando simplicidade e sinceridade num dos melhores trabalhos de sua carreira. Se confirmou como um dos melhores atores da atualidade.


Mathieu Amalric, como Jean-Dominique Bauby, O Escafandro e a Borboleta

O ator francês, mais conhecido como o vilão Dominic Greene, de 007 Quantum of Solance. Mas antes desta grande produção, atuou magistralmente e irreconhecível como Jean-Dominique Bauby, editor da revista Elle que tem sua vida mudada radicalmente. E vale lembrar que Johnny Depp recusou o papel que acabou ficando com Mathieu, que deu emoção ao personagem.


James McAvoy, como Robbie Turner, Desejo e Reparação

Acho James McAvoy um dos atores bem competentes de sua geração. E mostrou sua versatilidade dando vida a Robbie, um dos personagens mais importantes de Desejo e Reparação. Conseguiu dar intensidade e o sofrimento que seu personagem passa na pelíciula e também no livro. Ficaremos de olho em seus próximos projetos.


Gordon Pinsent, como Grant Anderson, Longe Dela

Muito foi falado sobre a atuação de Julie Christie nesta película, mas pouco falaram da atuação do pouco conhecido Gordon Pinsent, que dá emoção e sinceridade ao personagem Grant, o marido da Fiona, que tem que lidar com a situação desta, que se encontra com Mal de Alzheimer. Uma atuação emocionante, que merecia um bom reconhecimento.

10 comentários:

Kamila disse...

A sua lista está excelente, Mayara. Você selecionou cinco atuações que eu adorei, em 2008. A minha favorita foi a mesma que a sua: a do Daniel Day-Lewis.

. cleber disse...

Oh my god ! provavelmente nunca entenderei essa lista ... jamais - o que houve com Mortensen, Lee Jones, Depp e principalmente Philip Seymour Hoffman ?

Vinícius P. disse...

A escolha do Day-Lewis é incontestável, claro, mas também adorei você ter lembrado do Steve Carell, também acho que ele teve a segunda melhor atuação da categoria nesse ano.

Kaue disse...

Mayara, me desculpe rsrsrs. Mas acho James uma tor fraquíssimo e é um dos motivos pelo qual tirei no do filme...

Expliquei lá no meu blog que vou ficar umas semanas away, blza?! Então não ligue se eu não postar por aqui durante esse tempo.

Bjos!

Weiner disse...

Que graça, nossos indicados são quase os mesmos, variando apenas, que no lugar de Pinset eu pus Thomas Jane. Mas o vencedor, que é o que importa, é o mesmo! ;)
Beijo!

Jeniss Walker disse...

a escolha do "Sr. Tumnus" é mais que adequada. um jovem talento que promete fazer muito barulho nos proximos anos..........................


...ou não!!!!

:P

Mayara Bastos disse...

Kamila, muito obrigado. E Daniel superou mesmo. ;)

Cleber, Mortensen, Depp e Seymour Hoffman estavam como finalistas, mas infelizmente não entraram. E Lee Jones entraria na minha lista de 2007.

Vinícius, concordo. Nada supera Daniel. E muito obrigado e a atuação do Steve foi uma surpresa para mim.

Kau, entedo o que disse sobre o James McAvoy, mas gostei bastante dele em "Desejo e Reparação". Tudo bem, e espero que volte logo. Beijos! ;)

Jennis, é como disse, é promissor ou não, é o que veremos nos próximos projetos dele. :P

Alex Gonçalves disse...

Steve Carell está excelente em "Dan in Real Life", uma pena que não tive espaço para acrescentá-lo entre os meus finalistas. E que belo ver Gordon Pinsent na presença dos finalistas em mais um espaço que, concordo, foi bem esquecido nas premiações de cinema.

Mayara Bastos disse...

Alex, adorei a atuação de Steve Carell no filme, não podia esquecê-lo, assim como Gordon Pinsent, que infelizmente foi esquecido nas premiações.

bruna disse...

Acho steve carell um grande ator que teve ótima atuacao seja em agente 86 ou em dan in real life adoro ele e acho que tinham que fazer uma categoria no oscar para melhor comedia e melhor comediante ao invez de por apenas filmes de comedia como os piores do ano quando eles nao sao,por exemplo agente 86 (nao é ruin nao) e o procurado(acao)