segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Inimigos Públicos


Michael Mann tem um estilo de conduzir filmes bem interessante. Coloca em seus filmes toda a energia que uma produção do gênero precisa. Um dos pontos principais é a condução da câmera na mão e combinar bem a trilha sonora. Essa versatilidade que vimos em filmes como Fogo Contra Fogo e Colateral acaba mudando de tempo em Inimigos Públicos.

Johnny Depp interpreta um personagem real, que acabou entrando na história americana na época da Depressão dos anos 30, John Dillinger. Ele foi considerado o inimigo público n°1 dos EUA por comandar grandes roubos a bancos, que tinham responsabilidades pela crise econômica que estavam passando. E também vemos o nascimento de uma das maiores instituições mais respeitadas e conhecidas no combate ao crime, o FBI. Daí, Dillinger é caçado pelo agente Melvin Purvis (Christian Bale) e, ao mesmo tempo acaba se envolvendo amorosamente com Billie Frechette (Marion Cotillard).

O que acaba destacando em Inimigos Públicos é sua parte tecnica e também o trabalho de direção de Michael Mann, assim com a atuações competentes de Johnny Depp e Marion Cotillard. Além da eficácia em contar sobre a história inicial do FBI e também a esperteza de Dillinger e, digamos o seu lado "sensível". Destaque também para a ótima trilha sonora de Elliot Goldenthal, bem conduzida com o clima do filme.

Inimigos Públicos é uma obra além de eficiente e bem conduzida, tem uma parte tecnica que é um primor. E acaba contando uma boa história sem nunca cair na monotonia um dos gênero mais populares no cinema: o policial.

Cotação: 8,5

Título Original: Public Enemies
País de Origem/Ano de Produção: EUA, 2009
Direção: Michael Mann
Roteiro: Ronan Bennett, Michael Mann, Ann Biderman, baseado em livro de Bryan Burrough
Elenco: Johnny Depp, Christian Bale, Marion Cottilard, Billy Crudup, Giovanni Ribisi, Stephen Graham, Channing Tatum, David Wenham, Stephen Dorff, Jason Clarke, John Ortiz.

17 comentários:

cineamador disse...

Bom roteiro, boa fotografia, boas atuações. Vale a pena assistir!

Reinaldo Glioche disse...

Michael Mann é um dos poucos cineastas que sabe ser inventivo com a câmera digital. Vc atentou bem para o uso da câmera. Angulos inusitados, cores saturadas, tons granulados (lembra da noite de Los angeles de Colateral) são um deleite em seus filmes. A música como vc bem observou é outro elemento narrativo poderoso, que concordo plenamente com vc, tem um destaque vigoroso em Inimigos públicos. Mann é um grande cineasta. E embora não goste tanto desse seu filme em particular,Inimigos públicos é, ainda assim, um filme acima da média.
Bjs Ma.

Mayara Bastos disse...

cineamador, concordo com você. ;)

Reinaldo, obrigado. E lembro sim desta cena em "Colateral", e em Inimigos Públicos", Mann mostra a versatilidade da câmera neste filme, vide SPOILER Naquela cena do tiroteio na floresta FIM SPOILER. Beijos! ;)

Luis Galvão disse...

Eu acreditava mais nesse filme. Acho que miha expectativa não foi muito correspondida não. No entanto, não deixa de ser um bom filme, com Marion entrando para o hall de atrizes recomendadas e Deep ratificando seu talento para todos. E como você disse, a fotografia é majestosa.

Mayara Bastos disse...

Luis Galvão, acho que para muitas pessoas a expectativa não foi atendida, mas para mim foi. Concordo com o que disse sobre a fotografia. E a Marion se confirmando com uma das atrizes competentes de sua geração e Depp, como sempre, ótimo. ;)

Cleber P. Eldridge disse...

Confesso não ter gostado muito, além de não ser muito fã da agressividade de Michael Mann, mais é impressendivel dizer que sua direção foi a melhor, excelente mesmo!

Hugo Leon disse...

Também estou entre os que não tiveram as expectativas atendidas, embora também tenha achado um bom filme. Mas em se tratando do Mann, esperava um ótimo filme. Sobre o Depp, discordo um pouco, pra mim ele teve uma atuação correta, mas não não me convenceu totalmente no papel de ladrão/bandido. Já o Bale acho que passou meio batido. É que comparando com a dupla Pacino/Niro em HEAT, eles ficam um tanto abaixo.

Vinícius P. disse...

É um belo filme, mas acho que vale mais por determinados aspectos do que propriamente pelo conjunto. Nesse sentido, a atuação da Marion Cotillard é o maior destaque.

O Cara da Locadora disse...

Sem dúvida é um excelente filme... O Michael Mann desepenha um papel brilhante tecnicamente, eu realmente adoro...

Wally disse...

Opa, adorei o visual! ;)

Sobre o filme, adoro. Gosto da condução apaixonada e amo o romance. As atuações e o desfecho não saem da cabeça.

Nota 8.5

Bruno Soares disse...

revi em DVD um dia desses e achei que o resultado impressiona mais no cinema mesmo. mas ainda curti muito.

adorei o visual. ;D

Dewonny disse...

Mayara, tbm adorei esse, muito bem feito tecnicamente, o roteiro é bem conduzido com eficiênbcia, as atuações estão ótimas, as cenas de tiroteio estão bem realistas, belo filme, a minha nota é a mesma q a sua!
Ah, ñ sei se vc viu, mas tem + 4 selos pra vc lá no meu blog, pega lá se quiser..rs..
Bjo! Diego!

Weiner disse...

Já disse que gostei do visual novo, né? Laranja é uma cor que tem tudo a ver comigo (mesmo eu sendo branco,rsrsrs).
Sobre o filme, não nego, é bom. Mas a tal da expectativa mata, né? Achei que fosse um pouco melhor. O elenco tá show!
Beijos!

Mayara Bastos disse...

Cleber, que pena que não curtiu muito. Mas a direção do Mann é mesmo indiscutível. ;)

Hugo Leon, entendo. Mas esperava um ótimo filme e, para mim, ele cumpriu sua meta. ;)

Vinícius, concordo. E a Marion realmente foi um dos pontos altos do filme. ;)

O Cara da Locadora, concordo contigo. ;)

Wally, muito obrigada :) Gosto muito do pontos que mencionou, principalmente as cenas de ação... ;)

Bruno, infelizmente perdi no cinema, que deve ter sido mesmo uma experiência belíssima. E muito obrigado pelo visual. ;)

Diego, concordo. E irei fazer uma visita para pegar os selos, muito obrigada, estou honrada! Beijos! ;)

Weiner, disse sim, e obrigado mais uma vez, rsrsrs. As vezes tenho medo de muita expectativa, rsrsrs. Beijos! ;)

Pedro Henrique disse...

É um ótimo filme do Mann. É um diretor que gosto bastante, principalmente por ter feito filmes como Colateral e, claro, Fogo Contra Fogo!

Matheus Pannebecker disse...

Olha, eu achei um bom filme... Mas bem aquém do que poderia realizar. Pouca coisa ficou na minha memória. O que mais me traz lembranças é a atuação da Marion Cotillard (em especial a última cena, que é ótima!).

Mayara Bastos disse...

Pedro, com certeza. O Mann deixa mesmo sua marca nos filmes que realiza. ;)

Matheus, entendo. E concordo com você em relação a Marion Cotillard. ;)