quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Avatar


O canadense James Cameron é um diretor visionário todo mundo já sabe. Seu nome veio ao mundo em 1984, quando dirigiu O Exterminador do Futuro, com o então "astro de ação" Arnold Schwarzenegger. Mas foi, realmente, em 1997 que Cameron entrou realmente no patamar de um dos diretores mais rentáveis da indústria com Titanic, que acabou ganhando naquela época 11 estatuetas do Oscar e é o filme com a maior bilheteria de todos os tempos. Mas poderá entrar definitivamente para história com sua empreitada mais recente, a fantasia Avatar.

Avatar, que sempre foi um projeto que James Cameron desejou fazer, coloca o espectador num clima meio futurista, onde somos apresentados ao nosso herói, Jake Sully (o carismático Sam Worthington), um ex-fuzileiro naval paraplégico que acaba sendo enviado para uma missão num planeta chamado Pandora, onde os cientistas querem testar o lugar que pode ter uma espécie de antídoto para solucionar uma crise de enrgia que a Terra está enfrentando. Lá, Jake, como seu avatar, acaba chegando ao planeta e acaba se identificando mais ainda com a população de lá, principalmente tendo um grande afeto pela habitante do local chamada Neytiri (Zoe Saldana, de Star Trek, num ótimo trabalho).

Sem a tecnologia que o filme utiliza, o roteiro não teria aquele sentido e as falhas que ele acaba tendo seriam mais visíveis, mas felizmente acabamos não percebendo as falhas pela questão da magia que o filme tem. A trilha sonora de James Horner, parceiro cativo de Cameron é um deleite dentro e fora do filme. Os efeitos visuais, assim como a sua arte gráfica, mesmo na versão convencional mostra a versatilidade da direção de James Cameron.

Avatar surpreende pela beleza visual e técnica. E também acaba muito bem mostrando uma lição de vida para nós, seres humanos, de que se não pararmos pelo menos por um instante para pensar em como a natureza pode desaparecer num piscar de olhos. Um honesto Sci-Fi.

Cotação: 9,5

Título Original: Avatar
País de Origem/Ano de Produção: EUA/Nova Zelândia, 2009
Direção: James Cameron
Roteiro: James Cameron
Elenco: Sam Worthington, Zoe Saldana, Sigourney Weaver, Stephen Lang, Michelle Rodriguez, Giovanni Ribisi, Joel Moore, CCH Pounder.

18 comentários:

Cleber Eldridge disse...

Acho que é definitivo, eu sou o único humano que não gostou de AVATAR!

Amenar disse...

Eu gostei do filme. Mas NUNCA achei ISSO tudo. Muito capenguinha no roteiro. Se a embalagem não fosse tão bela, ia ter gente MASSACRANDO o filme por aí.

bruno knott disse...

É um filme mágico mesmo, ainda mais em 3d... daqui uns dias verei no imax, imagine a emoção.

eu realmente queria que não houvesse continuação, pô, o filme acaba do jeito certo... mas o Cameron é bom em continuações, vamos aguardar.

O Cara da Locadora disse...

Assino embaixo. Pros críticos, só uma coisa, se não tivessem todos os efeitos e novidades o filme nem teria sido feito, portanto não teriamos chance de criticar o roteiro, rs. Ahn, e não é 2014, deve ter errado a digitação, rs...

Abraços...

Vinícius P. disse...

Não sei exatamente se é meu preferido, mas é um dos filmes de ficção científica mais importantes que o cinema já apresentou. Como fã do gênero, é ótimo ver o gênero chegando tão longe.

Pedro Henrique disse...

É filme que sintetiza todo seu tempo. É mesmo um filmaço!!!

Luis Galvão disse...

Acho que James fez o filme mais inovador - em termos técnicos - em muito tempo. Talvez ele tenha iniciado uma revolução em fazer sci-fi e criou um planeta que realmente existe. É impossível assitir 'Avatar' e sair sa sala sem estar impressionado.

Wally disse...

Fantástico, né? Qualquer pessoa sã não consegue resistir ao feitiço de "Avatar", uma obra singular.

Nota 9.5

kah disse...

Apesar de gostar do filme, não acredito que ele mereça tanta atenção nas premiações como anda acontecendo. É um grande filme em termos tecnicos, mas ao contrário dos seus filmes anteriores, este não investe num bom roteiro. Gostei do teu blog!!

http://cinemaemdvd.blogspot.com/

Weiner disse...

Sem dúvida alguma estamos diante do melhor filme de 2009 - que já está prestes a se tornar a maior bilheteria da história! Impressionante, não?
Além, é claro, dos ótimos efeitos visuais, roteiro, trilha sonora, desempenhos de direção e atores... Enfim, um filme eterno!

Matheus Pannebecker disse...

Não acho o filme isso tudo, mas admiro bastante coisa nele - em especial a parte técnica, claro!

Reinaldo Glioche disse...

Acho que vc contextualizou bem o filme Ma. é um honesto sci fi. Embora muitos queiram tê-lo como bem mais que isso.
Bjs

Rafael Moreira disse...

Olá Mayara, é minha primeira visita por aqui e adorei o seu espaço. Vou linkar você lá no blog, ok?
Bem, o que dizer sobre "Avatar"? É sim um dos melhores filmes de 2009, mesmo que de uns tempos para cá eu tenha percebido erros que não tinha notado na minha 1ª nem na minha 2ª sessão e que agora, depois das ideias amadurecerem, que o filme não é um perfeição - pelo menos não no roteiro. É como você disse mesmo, sem essa tecnologia empregada do filme as falhas no roteiro talvez seriam mais visiveis.

Cristiano Contreiras disse...

É sim uma grande obra cinematográfica e tenho dito!

Sonica disse...

Adorei seu blog!!!
Li vários comentários, e voltarei mais vezes.Ainda não vi o Avatar, acho q de amanhã não passa, depois volto aqui!
Bjão,

Tais Carvalho disse...

Em alguns textos sobre cinema, a experiência visual que Avatar proporciona tem sido comparada a primeira exibição do famoso filme do trem dos irmãos Lumiére, por conta do impacto que causaram. Bom amanhã é meu dia de ver Avatar 3d e confirmar a história. Adorei o blog, voltarei sempre.

Mayara Bastos disse...

Cleber, que pena! ;)

Amenar, entendo. Com certeza que se não fosse a parte técnica, as pessoas iriam detonar. ;)

Bruno, nossa, no IMAX deve ser mágico. Pois é, mas do jeito que Cameron conduz, é capaz de trazer surpresas a esta sequência. ;)

O Cara da Locadora, os críticos iriam achar um SCI-Fi qualquer. E, já corrigi o texto, rsrs. Abraços! ;)

Vinícius, com certeza. E já que não sou fã de ficção científica, não esperava muita coisa do filme, mas acabei me surpreendendo muito. ;)

Pedro, disse tudo. ;)

Luís, concordo. E ele confirmou que queria entregar uma nova experiência em se falando de cinema. E conseguiu. ;)

Wally, fantastico mesmo. Singluar e mágico. rs. ;)

kah, entendo. E muito obrigado pela visita, farei o mesmo em seu blog. ;)

Weiner, é impressionante a bilheteria: era Cameron X Cameron. E "Avatar" já entrou para a história. ;)

Matheus, entendo. E isso tudo deve-se a parte técnica e a competência de James Cameron. ;)

Reinaldo, obrigado. È uma bela experiência, mas não para substituir filmes que fizeram história bem antes de eu nascer. Beijos! ;)

Rafael, muito obrigado pela visita e vou te linkar também. Concordo com o que disse em relação ao roteiro. Mas é um filme que encanta muito o público, que acabamos não percebendo os problemas dele, e isso é muito bom. ;)

Cristiano, falou tudo. ;)

Sonica, muito obrigado pela visita e seja sempre bem vinda. E espero que goste de "Avatar". Beijos! ;)

Tais, também li alguns comentários como este. E muito obrigado pela visita, pode voltar sempre. ;)

Rof disse...

Olá Mayara, td bem?
Acabei de criar um blog sobre cinema e navegando em busca de referências encontrei sua página. bem bacana por sinal. Adicionei o seu link ao meu blog, quando tiver um tempinho dá uma passada por lá e dá uma olhada.
Com relação ao filme a minha leitura não foi tão diferente da de todos os que se tornaram fãs da obra. Avatar se destaca por conseguir se conectar com seu público de uma forma diferenciada. Se o roteiro não é nenhuma maravilha, não fiquem tristes; o que realmente importa aqui é julgarmos se a obra foi competente naquilo a que se propôs. E nesse caso. só existe uma nota para Avatar: 10!
Abraço a todos e visitem o meu blog.