segunda-feira, 25 de outubro de 2010

O Escritor Fantasma


Poderíamos afirmar que a vida imita a arte. No caso de O Escritor Fantasma, filme recente do diretor Roman Polanski, essa afirmação é visível por ser a produção que o cineasta terminou enquanto estava em prisão domiciliar por um crime cometido em 1978, mas O Escritor Fantasma não merece ser lembrado apenas por isso.

No filme, acompanhamos um "ghost writer" (interpretado por Ewan McGregor), que aceita a proposta para terminar as memórias de Adam Lang (Pierce Brosnan), ex-primeiro ministro britânico que vive em exílio numa ilha, com sua esposa Ruth (Olivia Williams). Em meio a conclusão do manuscrito do livro, o escritor fantasma vê-se em conspirações políticas e até em acusações de torturas à Lang.

O que encontramos no decorrer de O Escritor Fantasma é um quebra-cabeças complexo que leva o espectador interpretar a situação e prender a atenção. Polanski entrega uma direção segura, principalmente nos planos finais, colaborando perfeitamente com o trabalho de fotografia e trilha sonora composta por Alexandre Desplat, assim como o elenco bem sintonizado que também merece créditos.

O Escritor Fantasma é uma boa prova de um thriller bem articulado e complexo, mas também bem filmado. È um filme que desperta discussões, não só pela questão da situação que seu realizador passou, mas sim em transportar esta premissa em tempos atuais, em uma época como a das eleições, por isso mesmo que merece ser assistido.

Cotação: 8,5

O Escritor Fantasma (The Ghost Writer, 2010)
Direção: Roman Polanski
Roteiro: Roman Polanski e Robert Harris, baseado em livro de Robert Harris
Elenco: Ewan McGregor, Pierce Brosnan, Kim Cattrall, Olivia Williams, Timothy Hutton, Tom Wilkinson, Eli Wallach, James Belushi, Jon Bernthal, Robert Pugh.

15 comentários:

Kamila disse...

O filme tem uma boa atmosfera de suspense, mas acredito que ele fica maçante em vários momentos. Gosto muito da atuação do Pierce Brosnan e da Olivia Williams neste longa.

Mayara Bastos disse...

Kamila, compreendo com relação ao filme ser maçante. E gosto tanto do Brosnan, que surpreende aqui, como da Olivia. ;)

Robson Saldanha disse...

aaaaaaaaaaah foi o filme que vimos com voce, Alex e Tchuly. hahaha

enfim, gostei bastante ainda que tenha ficado um pouco com sono no dia, revi e tive certeza de que é uma bela obra.

leo disse...

Adoro este filme e é um dos meus preferidos do ano facilmente,Roman Polanski novamente incrivel na direção.
E a atuação da Olivia Williams é espetacular,a cena final do filme é genial.gosto muito mesmo.
Abraços

Cristiano Contreiras disse...

Eu gostei do filme, mas não o vejo tão cedo, é um filme que é cansativo em certos momentos. Olivia Williams bem que merecia uma indicaçao ao Oscar de coadjuvante!

Reinaldo Glioche disse...

E vc resenhou em sequência os dois melhores filmes de 2010. rsrs.
Bjs

Otavio disse...

É um belo filme de Polanksi. Um thriller à moda antiga, elegante. Ótima atuação de Olivia Williams, aliás.

Bjs!

Jonathan Nunes disse...

É um bom filme, a Olivia Williams é o grande destaque junto com a fotografia e a trilha sonora do Desplat que é uma das melhores do ano até agora.

Bjus.

cleber eldridge disse...

Tudo que li sobre o filme foi bom, ainda não tive a chance de conferir, mas, pretendo fazer em breve ;D

Película Criativa disse...

Morro de amores por Roman Polanski, é um dos meus diretores preferidos.

Adorei O Escritor Fantasma, o filme fez justiça ao gênero de suspense, que nos últimos anos não anda tão forte. O filme lembrou clássicos do gênero, sem dúvidas Polanski se inspirou em Hitchcock.

Todos os fãs de suspense devem conferir esse filme, só lamento que atualmente não existam mais filmes nesse estilo.

Leandro Cruz disse...

Ola, gostei do seu blog, me adiciona como parceiro^^

vc não sabe o que ler, ver ou assistir?
visite meu blog:
http://cavernacult.wordpress.com/

Wally disse...

Fantástico filme, como seria de se esperar. Mesma nota. =P

Mayara Bastos disse...

Robson, amei aquele dia e conhecer você, Cecília e Alex! E foi com um filmaço como esse ainda. rsrs. ;)

Leo, junto com Scorsese, a direção deste filme merece os méritos e o ato final é um exemplo disso. Abraços! ;)

Cristiano, concordo com relação a Olivia, ela me surpreendeu aqui. ;)

Reinaldo, pois é. rsrs. Beijos! ;)

Otavio, disse tudo! ;)

Jonathan, concordo plenamente. Beijos! ;)

Cleber, parece que o filme chega em DVD em novembro, é uma boa chance e espero que goste. ;)

Película Criativa, também gosto muito do estilo do Polanski e concordo com relação aos suspenses atualmente. ;)

Leandro, muito obrigado pela visita e irei retribuir fazendo uma visita ao seu. ;)

Wally, que coisa, não? rsrs. ;)

Alex Gonçalves disse...

Olha só! O filme que reuniu o quarteto fantástico de blogueiros cinéfilos no Belas Artes! =P Adorei aquele dia e espero que possamos repetir a experiência qualquer outro dia.

Sobre o filme, acho que se eu revisse ele hoje eu iria gostar ainda mais. Roman Polanski é um gênio na arte de se fazer suspense e eu ADOREI o desempenho da Kim Cattrall aqui - acho que até comentei isso com você.

Mateus Selle Denardin disse...

Adoro o filme, que realmente é muito bem conduzido e lindamente trabalhado em todos os aspectos. Roteiro, direção de arte, música, montagem, interpretações. E aqueles minutos finais? E a cena final? Excelentes.